09 dezembro 2007

Prova suspensa!

O suspeito foi em flagrante na noite da sexta-feira (7) ao tentar vender a prova para um policial com as questões resolvidas. O valor cobrado pelo gabarito era de R$ 40 mil. Segundo o inspetor André Luiz Azevedo, da PRF, a prisão aconteceu depois que o Serviço de Inteligência da PRF, em conjunto com a Procuradoria da República de São João de Meriti, flagraram o suspeito vendendo as provas. “Foi feito um contato com ele e marcado um lugar para a suposta venda do gabarito e o prendemos em flagrante”, explicou Azevedo.

Encaminhada para a Procuradoria, a prova foi considerada como verdadeira. O acusado foi preso em flagrante e encaminhado para a Polícia Federal.



O concurso teve 120 mil candidatos inscritos que disputariam 340 vagas. Ainda não há data para uma nova prova.

2 comentários:

Xangô disse...

E os "outros" ?

Tem uma "galera" envolvida , por certo ...

Cambada de F¨%@$ d@ P*#@ ...!

Enquanto eu aqui ficando careca de estudar , "vagabundos" e "corruptos" querem se dar bem "na manha"...

MORÉIA disse...

O SR. ESTÁ careca mas é por uma pré-disposição genética associada a maus hábitos de higiene (tem que lavar o cabelo todo dia viu? Sr. Seborréia).
Pois bem, como dizia, sua calvice é derivada de fatores outros do que o declinado por Vossa Senhoria.
Pára né? De estudar desse tanto!!!!
k k k k k k k k k k k k k k k k k k

Site Meter